Seja para desenvolver uma marca pessoal, ou uma empresa, é importante criar uma linguagem visual forte e única, especialmente designada para as redes sociais.

Obstante dos usos corporativos ou de publicidade tradicional, nos canais sociais, a sua empresa necessita de adaptar-se ao meio. É claro que a linha de imagem pode e deve ser mantida, mas é necessário entender como cada rede funciona e deverá ter flexibilidade em criar, experimentar e inovar.

O primeiro ponto é descobrir o tipo de conteúdo, linguagem e estilo que ligam a marca ao seu público alvo nas redes sociais. Não utilize as redes apenas para fazer publicidade, inicie conversações, conte histórias, desenvolva um elo de ligação com o seu público. Óbvio que deve utilizar estes meios para publicitar os seus produtos, lançar um novo produto ou serviço, ativar uma promoção,… Mas no dia-a-dia, o seu público tem que se identificar com a marca.

As imagens são poderosas, 90% da informação transmitida ao cérebro é visual, sendo que as imagens são processadas 60 mil vezes mais rápido do que os textos. No facebook, posts com imagens geram cerca de 53% mais aliciamento junto do público. Porém, não se limite apenas a adicionar uma imagem ao seu post mas sim, elabore uma identidade digital para a sua marca.

 

1- Crie o estilo visual da marca

Cada empresa já deverá ter como base a sua própria identidade, diretrizes básicas, ou até mesmo, um manual visual da marca. O desafio é adpatá-los para a criação da sua comunicação digital. O objetivo desta comunicação é manter uma consistência visual, de modo a que o cliente não estranhe ver a marca offline (como por exemplo numa loja, num espaço físico) e ir ao facebook dessa mesma loja.

Assim, o público facilmente identifica sua marca nas atualizações, ao mesmo tempo em que você ainda detém certa liberdade criativa. A marca alcança essa consistência ao utilizar as mesmas fontes, cores ou imagens.

– Paleta de cores – Deverá utilizar as cores do seu logo e/ou site como base para a sua paleta. Será necessário incluir duas ou três cores principais que poderão ser utilizadas em conjunto ou separadas. Adicione dois tons mais fortes ou fracos dessas mesmas cores e escolha um tom poderoso de preto ou branco.

– Estilo e fonte principal –  Deverá escolher uma fonte principal que será a mais utilizada como base para as mais diferentes imagens.

 

2- Escolha imagens e ilustrações que representem esse estilo

Também é importante ter consistência no tipo de imagens e ilustrações que escolher para as publicações, seja uma imagem para atuar sozinha, como fundo para colocar apenas títulos ou frases. Essas imagens deverão complementar a missão e os valores da sua marca.

 

3- Salve templates

Eventos ao vivo, virais e polémicas do dia-a-dia abrem espaço para o marketing de oportunidade nas redes sociais. Utilize o tempo com sabedoria elaborando o conteúdo ao invés de perdê-lo criando o layout do zero.

Desenvolva um layout gráfico com o branding digital da marca que poderá ser aplicado e re-utilizado em diferentes redes sociais. Organize as layers, salve em psd, e crie uma pasta organizada por temas (por exemplo, Marca, Notoriedade, Dias Comemorativos, Produtos,…).  Assim, não somente é mais rápido a  comunicar na hora, como facilmente o cliente identifica a marca ao longo do tempo.

Esta é uma ótima forma de se familiarizar com o estilo escolhido para a identidade digital e vê-lo aplicado em redes sociais diferentes. Aplique as cores e tipografias escolhidas nas duas etapas anteriores, enquanto brinca com formas, ícones, transparências e filtros. Crie três ou quatro templates básicos finais para diferentes tipos de conteúdo.

 

4- Adapte às diferentes redes sociais

Atualizar e manter uma presença online para a sua marca significa postar nas mais diversas plataformas possíveis onde seu público-alvo se encontra, como Facebook, Instagram, Pinterest, Twitter, entre outros.

Para o desespero dos designers gráficos de redes sociais, cada rede tem as suas próprias dimensões padrões para imagens. Assim é fundamental que tenha templates salvos em pastinhas para cada um dos sites nos pixels de cada canal social.

Porém, o ideal é também otimizar o conteúdo em si e não apenas repetí-lo em todo lugar.

  • Facebook: 1200px x 717px
  • Instagram:640px x 640px
  • Twitter: 1024px x 512px
  • Pinterest:735px x 1102px (no Pinterest, a altura pode variar com o seu design!)

 

Em resumo:

  • Mostre a identidade visual da marca, os seus produtos e serviços.
  • Mantenha o layout consistente.
  • Dedique mais espaço para imagens do que para textos.
  • Certifique-se que o seu design está dentro das regras de cada rede social.
  • Mantenha o design das suas promoções limpo.
  • Use o tamanho certo para as imagens, tendo em conta cada rede social.
  • Conquiste o público pelos olhos.

Claro que isto é só uma base para usar as redes sociais da melhor maneira. Será necessário experimentar, publicar, arriscar, estudar o retorno, que tipo de publicações cativam mais os seus followers. Não tenha esqueça que conteúdo relevante ainda é o rei e não tenha medo de usar a criatividade, adaptar e variar templates e brincar com cores, formas e tipografias.

 

Fonte base: http://www.shutterstock.com/pt/blog/guia-basico-de-design-para-as-midias-sociais

/body>